Quantidade VS Qualidade e a nossa saúde

Por termos um blog de culinária, invariavelmente falamos sobre comida todos os dias. Nos esmeramos na apresentação de tudo, pois queremos que vocês se sintam estimulados a preparar as receitas e comer bem. Para nós, são receitas que valem a pena e pessoalmente gostamos muito.

Por falarmos sobre comida todos os dias, nos deparamos algumas vezes com questionamentos de leitores sobre saúde, mas, analisando pela nossa falta de conhecimento científico no assunto, pois não somos nutricionistas ou médicas, achamos que a grande maioria desses questionamentos são equivocados.

Viver de comidas light, sem manteiga, sem gordura, é irreal. E digo mais, não faz bem para a sua saúde mental e emocional. Seus avós, bisavós e toda a sua árvore genealógica comeu manteiga, pão, açúcar, ovo e ninguém morreu por isso. Só que antes, as pessoas se movimentavam mais – muito mais – e a qualidade do que comiam em geral era melhor – mais fresco e menos industrializado.

Aqui em casa ninguém é gordo e tudo o que vocês vêem no blog é o nosso dia a dia. Por isso, muitos de nossos amigos questionam “como é que vocês não são gordos?”. A resposta é muito simples: nossa comida é saudável e ponderada. Sobremesa, sim, mas não uma taça de sorvete.

A mais relaxada com exercício físico aqui em casa sou eu. Meu pai e meu irmão são muito ativos e minha mãe faz pilates e caminha na pracinha aos finais de semana. Eu faço esporte de vez em quando e sinto na pele as consequências. Da casa, tenho a menor resistência física e pressão baixa para ajudar, mas estou batalhando com minha consciência para mudar isso aos poucos, sem me pressionar. Só de dar uma volta na pracinha com Zeca, nosso cachorro, já me sinto cansada e isso é vergonhoso para uma pessoa de 26 anos abençoada por não lhe faltar nada no corpo, inclusive a oportunidade de alimentá-lo bem.

A vida toda vimos amigos fazendo dietas malucas e radicais e essas pessoas nunca emagreceram definitivamente, porque adotavam métodos para perder peso que não eram saudáveis. E, durante o processo, mostravam um sembrante de infelicidade enorme. Quem é que é feliz fazendo regime assim?

Se eu fizesse isso, iria me arrepiar só de ouvir a palavra “regime”. Mas, não, regime para mim é comer o suficiente e saudável, sem exageros. Perco uns 4kg em 1 mês sem deixar de comer o que gosto e sem nenhum exagero. Isso sem fazer exercício físico.

Quando estava na faculdade, resolvi trocar suco por Gatorade e engordei uns 3kg em 1 semana. Quando estava viciada em Super Nintendo e fazia campeonato com minhas primas regados de coxinha, cachorro quente, nuggets e quibe, engordei uns 4kg em 1 semana. Essa é a realidade para todos nós, que não temos problema de saúde. Nós somos aquilo que comemos e eu estava me transformando em uma bola de fritura ambulante.

Minhas amigas que comem frango grelhado e salada no almoço durante a semana, e à noite e nos finais de semana bebem vodka, cerveja e comem comida de bar, só conseguem ter como resultado muita frustração e, no máximo, pegar uma gripe. E se eu tentar conversar sobre o assunto com elas, me dizem “você é magra, não me entende”. Ok, mas eu poderia ser gorda, se quisesse.

Lendo o livro de Marcio Atalla, Sua Vida em Movimento, que sorteamos aqui no blog, encontramos conceitos essenciais para uma vida saudável e sem dramas. Manter-se saudável é muito simples. Não dói e vai te dar muito prazer, garanto. Partindo dessa nossa reflexão de não-nutricionistas e da nossa identificação com o livro de Marcio, que tem muito cacife para falar tudo o que diz, vamos utilizá-lo para passar alguns fundamentos sobre saúde que acreditamos serem muito corretos e coerentes.

Recomendamos muito o livro de Marcio, pois parece que ele fala diretamente com você, além de ser pequeno, gostoso de ler e falar muitas coisas simples que podem mudar sua vida.

Por Roberta

  • Aproveita e lê: ” Te cuida !” do Dr. Claudio Domenico Editora Casa da Palavra, à venda na Siciliano. Dr. Claúdio é cardiologista na equipe do Dr. Paulo Niemayer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*